Quinta pedrinha - jejum a po e gua - primeira parte

 

"Queridos filhos, com uma vontade firme perseverem no jejum" (25/06/1982)
 
"O jejum é um dom de Deus". Mirjana
 
Nossa Senhora nos pede o jejum a pão e água às quartas e sextas-feiras 
 
Abaixo transcrevemos cinco questões que nos foram apresentadas recentemente por emails ao site ‘queridosfilhos’
 
“Estou fazendo jejum há pouco mais de 4 semanas e gostaria de te perguntar em quais os horários tu fazes teu jejum nas quartas e sextas-feiras .”
 
“Fico um pouco confuso quando vou fazer jejum. O que oferecer? Qual o objetivo a ser atingido?”
 
“Quando a Mãe pede que jejuemos a pão e água às quartas e sextas-feiras é para se fazer 24 horas ou pode ser até a hora que acharmos melhor. Exemplo: do amanhecer até 18:00 h ?”
 
“Realmente, quando fazemos o jejum, sentimos uma força diferente que envolve nossa alma. Mas é um desafio muito grande para mim que trabalho na área de faturamento.”
 
“Gostaria particularmente de lhe convidar para orientar nossos jejuns e penitencias!”
 
Jejum a pão e água - para mais perguntas e respostas: clique aqui
 
Diante destas e outras perguntas entendemos que os que as fazem representam os questionamentos de muitas pessoas que, de boa vontade, querem responder ao pedido de Nossa Senhora de Medjugorje para o jejum a pão e água. Porém, têm algumas dúvidas de como realizá-lo. Por isso elegemos o tema “jejum a pão e água” para artigo principal do Boletim nos meses de abril e maio de 2008 e aqui os reapresentamos os dois em um só texto
 
"Quem não faz o jejum, não deve propagar o jejum
 
São muitos os benefícios do jejum: ajuda a nos reconhecermos frágeis e limitados, tornando-nos humildes. Purifica a alma. Com o jejum oferecemos sacrifícios pelos que ainda não conhecem o amor de Deus. Pode-se modificar o curso da natureza e alcançam graças especiais àqueles que praticam este sacrifício com amor. 
 
Vocês se esqueceram que com o jejum e a oração pode-se evitar as guerras e suspender-se as leis da natureza” (25/12/1982) 
 
Queridos filhos, hoje novamente eu os convido à oração. Somente com a oração e o jejum a guerra poderá parar. Portanto, meus filhinhos, rezem, e com a sua vida dêem o testemunho que vocês pertencem a mim, porque Satanás deseja nestes dias turbulentos seduzir tantas almas quanto for possível”. (25/04/1992 – durante a guerra da Bósnia)
 
Nossa Senhora diz que o jejum é necessário, tem um papel importante, para que se realize o plano de Deus em Medjugorje integralmente.
 
“Nossa Senhora nos suplicou para que rezássemos e jejuássemos. Esta é a única arma contra Satanás que quer destruir tudo de bom que há em nós. ‘Através da oração e do jejum nós podemos vencer o mal e resistir às tentações’ (Aparição anual à Ivanka Ivankovic em 25/06/1992 - aniversário das aparições). 
 
 
 JEJUM A PÂO E ÀGUA - DESERTO OU JARDIM? 
 
"Quem se decide a fazer o jejum a pão e água pensa, antes de iniciar, que ao fazê-lo entrará em um deserto, Porém , de fato, depois de iniciar e entrar nele com coragem e alegria e a partir do coração perceberá que vai encontrar dentro dele não um deserto mas um belo jardim preparado por Deus..De fora se vê um deserto...dentro se vive um jardim." Dr Dário A S Mattos 
 
 Jejum às quartas e sextas-feiras
 
 Nossa Senhora recomenda que jejuemos duas vezes por semana.: “jejuem nas quartas e sextas feiras.” (14 de agosto de 1984) e isso parece ser uma novidade. Às sextas-feiras tudo bem, mas às quartas? Por que?
 
Na verdade, isto não é uma novidade na Igreja. O documento chamado ‘Didache’ foi escrito entre os anos 60 e 120dC sendo também chamado de “Ensinamentos dos Doze Apóstolos” . É considerado o primeiro documento que procura ensinar de forma sistemática a vivência da fé cristã, a mensagem de Jesus Cristo, a doutrina dos Apóstolos. Pois bem, no item 8,1 da ‘Didache’ se lê : “ Não jejuem como os hipócritas nas segundas e quintas, mas vocês (cristãos) jejuem no quarto dia (quarta-feira, pois o domingo era o primeiro) e nas sextas- feiras”. Era uma referência aos fariseus e queria definir a diferença entre o modo de vida deles e o da Igreja. Mas, o importante naquele documento é que a prática do jejum às quartas e sextas-feiras corresponde ao costume mais antigo na História da Igreja.
 
Ainda daquela época temos a informação de que era oferecida uma última refeição aos santos mártires antes de sua execução. Quando oferecida às quartas ou sextas recusavam-na porque eram dias de jejum na Igreja. 
 
Os mártires cristãos no Coliseu de Roma Alguns estão no meio da Arena esperando para serem atacados pelos leões famintos. Outros estão crucificados. 
 
Sexta-feira sempre foi o principal dia de penitência por memória à Paixão de Cristo. Sobre o jejum da Igreja primitiva na quarta-feira não se tem certeza do motivo. A explicação mais freqüente é que quarta-feira lembrava os primeiros cristãos o dia da traição de Judas, quando negociou a venda de Jesus por 30 moedas de prata para entregá-lo no dia seguinte no Monte das Oliveiras.
 
Assim, Nossa Senhora em Medjugorje não está inventando um novo dia para penitência, mas, está resgatando a prática da Igreja primitiva, a Igreja dos Apóstolos, a Igreja dos santos mártires. Para a Igreja daquela época ser cristão era um estado permanente de vida e assim o jejum se constituía numa prática regular de todo batizado. Significava um modo profundo e coerente de viver o seguimento de Jesus.
 
"Queridos filhos. Hoje eu lhes peço para começarem a jejuar a partir do seu coração. Existem muitas pessoas que jejuam, mas somente porque as outras pessoas estão jejuando. Tornou-se um costume que eles não querem parar. Eu peço a esta paróquia para jejuarem como Ação de Graças a Deus por me permitir permanecer um longo tempo nesta paróquia. Queridos filhos, jejuem e rezem com o seu coração. Obrigada por terem respondido ao meu chamado” (20/09/1984)
 
O que significa jejuar com o coração? Jejuar com o coração significa que não estamos jejuando só porque muita gente está jejuando , não significa que estamos numa prática para perder peso ou para purificar o corpo de toxinas. Jejuar de coração significa que , em primeiro lugar, estamos fazendo um sacrifício oferecido a Deus por intercessão de Maria e que o estamos praticando como um ato de amor a Deus. É este o jejum do coração.
 
É de se notar a sabedoria de Nossa Senhora em nos advertir para que se tome cuidado de ‘não tornar o jejum algo com que a gente se acostumou’. Eu consigo jejuar e faço o jejum porque ‘tenho que fazer’. Mas é um jejum que não significa uma maior busca de Deus, de conversão, de mais oração. É jejuar por jejuar. É um jejum estéril. Se for para fazê-lo assim, melhor seria para aquele que jejua estar comendo do que se submeter a uma privação sem objetivo.
 
Em Medjugorje o jejum de coração é um ato de amor a Deus e à humanidade. Resposta de amor ao pedido de Nossa Senhora que Deus nos tem enviado por mais de 30 anos.  
 
O JEJUM É UM DOM DE DEUS: Em Medjugorje tudo é feito com amor e devagar... reze e Nossa Senhora lhe ajudará. Peça a graça do jejum e Deus lhe concederá. Veja o que o vidente Jakov Colo costuma nos ensinar para quem acha ificil jejuar: Você acha difícil jejuar a pão e água por 24 horas? Então, procure lembrar-se disso: Jesus morreu por você pregado numa cruz"
 
 
"Elias andou pelo deserto um dia de caminho. Sentou-se debaixo de um junípero e desejou a morte: Basta, Senhor, disse ele; tirai-me a vida, porque não sou melhor do que meus pais. Deitou-se por terra, e adormeceu debaixo do junípero. Mas eis que um anjo tocou-o, e disse: Levanta-te e come. Elias olhou e viu junto à sua cabeça um pão cozido debaixo da cinza, e um vaso de água. Comeu, bebeu e tornou a dormir.Veio o anjo do Senhor uma segunda. vez, tocou-o e disse: Levanta-te e come, porque tens um longo caminho a percorrer. Elias levantou-se, comeu e bebeu e, com o vigor daquela comida, andou quarenta dias e quarenta noites, até Horeb, a montanha de Deus." IRs19,4-8 
 
Parav ler as outras partes deste artigo acesse no menu a página Mensagem