08/03/2013

Padre Slavko (+) : a posição da Igreja sobre as Aparições de Medjugorje

Video com relato dos primeiros anos (espanhol)

Neste video espetacular padre Slavko Barbaric (+24/11/2000) foi entrevistado  e informa sobre como a Comissão criada pelo bispo de Mostar, dom Pavao Zanic, deu em sua última reunião um parecer negativo sobre Medjugorje. Dom Zanic foi ao Vaticano e esperava que as conclusões de sua comissão seriam aceitas pelo Cardeal Ratzinger que, então, ratificaria o parecer negativo do Vaticano. Mas padre Slavko esclarece como o cardeal Ratzinger (na época Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé no pontificado de João Paulo II)não deu o seu aval a conclusão da Comissão do bispo de Mostar e transferiu a autoridade dos estudos sobre as Aparições para a Conferência Episcopal da ex-Iugoslávia mantendo aberto os estudos do fenômeno de Medjugorje. Dom Zanic continuou fazendo parte da comissão de estudos da Conferência Episcopal da ex-Iugoslávia sobre Medjugorje, mas já não daria um parecer, enquanto bispo, sozinho. Mais tarde a Comissão dos bispos da ex-Iugoslávia não daria um parecer definitivo negativo, mas deixaria o assunto em aberto para estudos posteriores e permitindo as peregrinações acompanhadas de sacerdotes.

Num segundo momento padre Slavko explica que a Mensagem das Aparições de Medjugorje não trazem nada de novo na vida da Igreja, pois elas são um convite à oração, ao jejum, à conversão, à paz. Um convite a vivência do Evangelho.  Assim a problemática não está no conteúdo da Mensagem, mas sim se Nossa Senhora está presente ou não em Medjugorje. Por fim, Pe Slavko conclui que somente é possível se explicar o fenômeno de Medjugojre, com todos os seus desdobramentos, se Nossa Senhora estiver realmente presente não havendo outra explicação plausível para justificar a transformação no local e na vida das pessoas que peregrinavam e peregrinam ao vilarejo de Medjugorje. Acesse página sobre a Comissão do Vaticano criada por Bento XVI.